Ok, não sou chato a ponto de criticar qualquer uso de redes sociais. É interessante se comunicar com outras pessoas, saber das novidades de contatos, trocar ideias, fotos, etc. É importante socializar usando quaisquer meios. A tecnologia certamente agrega valor em tempos de difícil contato com entes queridos e aproximação com pessoas que estão muito distantes de nós.

Mas há limites. Eu disse: HÁ LIMITES!

Cada dia que passa, além de novas redes sociais, como uma apenas para garotos e garotas que querem se casar virgens (?!), há extremos no uso dessas redes sociais. Pera lá, pasmou com a rede dos “puros”? Explicarei.

Foi criada uma rede social apenas para quem quer casar virgem. Ora, assim as pessoas só vão se relacionar com outras que também queiram casar “puros”. O nome da rede é You and Me Pure (você e eu puros, em tradução livre). Observem as diretrizes da rede social:

Se atentarem é um contrasenso usar uma rede social para se comunicar apenas com um “grupo seleto”. Já observaram que excluir os “não-virgens” pode ser também uma atitude preconceituosa? Não digo digitalmente, mas humanamente. Fica claro que não sou contra quem vai se casar “puro”, mas a atitude é infantil, até porque uma pessoa não escolha por quem vai se apaixonar, não é?

E falando em se apaixonar, a neurose das redes sociais ainda é maior. Um rapaz fez um plano gigante para transmitir em tempo real o pedido de casamento à sua noiva via web. Sim, por streaming, atualizando o facebook, o foursquare, o twitter e o blog do rapaz. Isso lembra um caso um pouco antigo de um fanático pelo pássaro azul que ficou twittando todos os passos de seu casamento, até dizer o “sim”.

Acho que há um limite de sanidade para usar de redes sociais. Lembro que o vício em videogames já é uma neurose e tem tratamento. Não vai demorar para que esse uso de redes sociais siga o mesmo caminho.

Off toppic – Só pra constar sobre o fechamento do inútil Google Wave:

Fontes: JBOnline

DEIXE UMA RESPOSTA