Neste último sábado, 02 de junho, aconteceu a edição 2012 do FrontInRio. A série de palestras sobre desenvolvimento para web se estendeu das 9 da manhã às 7 da noite. Na pauta, temas de interesse para designers, web developers e profissionais do mercado de web. Nomes como Reinaldo Ferraz, do W3C Brasil, Leo Balter, representante da Mozilla, e Zeno Rocha, da Globo.com, abordaram questões como acessibilidade, responsive design, teste de interfaces, pré-processamento e otimização de CSS.

O Tambotech estava presente no evento e te conta como foi. E no final do artigo, você ainda encontra links para baixar as palestras no slideshare 😉

O evento

Platéia lota o auditório do Front In Rio 2012
Na primeira fila, o Web Developer Thiago Belem (@TiuTalk).

O Front In Rio foi realizado em um prédio no campus da UniRio. Com quase 200 participantes, a platéia lotou o auditório do evento. No Twitter, a tag #frontinrio chegou aos  Trending Topics RJ durante a tarde de sábado, confirmando o lugar do Rio de Janeiro no mapa dos eventos de tecnologia.

Além da própria UniRio, empresas e instituições como Abradi, Infnet, iMasters, Mozilla e Globo.com apoiaram e patrocinaram o evento. Estas duas últimas tiveram representantes entre os palestrantes, e convém ressaltar que em nenhum momento algum deles tentou doutrinar ou evangelizar em nome das empresas, focando sempre nos padrões, tecnologias e best practices.

Por último, um fato curioso: contrariando a lenda de que não existem representantes do sexo feminino no mercado de TI, havia uma grande quantidade de mulheres marcando presença, em sua maioria muito bonitas. Acredite se quiser…

As Palestras

A primeira apresentação, de Andrews Medina, ressaltou a importância de se realizar testes de interface e mostrou ferramentas essenciais para essa tarefa. Logo depois, o representante do W3C Brasil, Reinaldo Ferraz, falou sobre HTML5, acessibilidade e padrões web.

Apresentação da palestra de Andrews Medina
Andrews Medina fala sobre testes de interface
Reinaldo Ferraz, do W3C Brasil
Acessibilidade e padrões web com Reinaldo Ferraz

Bernardo Heynemann, da Globo.com, falou sobre os mitos, as realidades e as práticas mais indicadas ao se trabalhar com webdesign responsivo. De quebra, apresentou o Thumbor, um software web de corte de imagens com reconhecimento facial disponibilizado gratuitamente para a comunidade.

Leo Balter, representante Mozilla, mostrou o projeto Open Web, o Boot2Gecko, e a Mozilla Marketplace — respectivamente, um padrão para escrever aplicativos que rodariam nativamente usando código HTML5, um sistema operacional para executar estes aplicativos e uma appstore onde os desenvolvedores podem vendê-los; tudo funcionando em conjunto. De acordo com ele, o Brasil será o primeiro país a receber da Mozilla o Boot2Gecko, numa parceria com a Vivo.

Bernardo Heynemann e o Thumbor
Bernardo Heynemann apresenta o Thumbor
Open Web e o Boot2Gecko
Leo Balter, Open Web e o Boot2Gecko

Zeno Rocha, também da globo.com, palestrou sobre ferramentas auxiliares à escrita e organização de código CSS, como os pré-processadores LESS, SASS, Compass, etc. Já Bernard De Luna focou na importância de se levar em conta os impactos na performance derivados do CSS, escrevendo um código bem estruturado e eficiente.

Por fim, uma mesa redonda com sete profissionais de front-end respondeu a perguntas do público e apresentou minipalestras como a de Juan Pujol, sobre responsive design e retina display.

Zeno Rocha
Zeno Rocha: CSS Sucks!
Bernard De Luna
Bernard De Luna

Slides e apresentações das palestras

DEIXE UMA RESPOSTA