Recentemente falamos sobre as tecnologias mais populares utilizadas no mundo mobile para reconhecimento de toque em telas touchscreens. Mas e na hora de exibir as imagens? Conheça os diferentes sistemas mais usados nas telas dos dispositivos móveis.

Na hora de comprar um smartphone é importante conhecer as diferentes tecnologias para escolher a melhor tela disponível. Muitos dos nomes no mercado são tendenciosos e criados pelas equipes de marketing, o que realmente importa além das características básicas como tamanho e resolução são fatores como densidade de pixels, contraste, luminosidade e ângulo de visibilidade.

Selecionamos abaixo os principais tipos das telas mais modernas usadas nos dispositivos mobiles mais populares.

eInk (Book Reader)

É usada majoritariemente em dispositivos de leitura de e-books. Apelidado de “tinta eletrônica”, as telas que utilizam este formato não emitem luz. Pigmentos são realinhados eletronicamente na tela no momento da geração da imagem. É só nesta hora que ocorre gasto de energia, o que faz com que uma única carga dure semanas ou meses, dependendo do uso. Como não há refresh da tela, a vista cansa menos durante o uso. O ângulo de visão e o contraste são similares ao do papel comum, e a leitura em ambientes muito iluminados ou ensolarados pode ser feita sem problemas. Praticamente todo dispositivo usando tinta eletrônica possui tela em preto-e-branco.

eInk na verdade é marca registrada de uma empresa, mas a tecnologia já existe há décadas, tendo sido criada nos anos 70 no Xerox PARC e vem sendo utilizada em leitores de ebooks há vários anos.

Criado em: 2004, pela Sony (primeiro ebook reader com tinta eletrônica). Usado no: Kindle, Nook, Google Iriver Story HD.

Retina Display

“Retina Display” é o nome com que a Apple batizou a tela de altíssima resolução do iPhone 4. É uma tela de LCD TFP de In-Plane Switching com LED backlight, resolução de 960 x 640 pixels e dimensões de 3,5 polegadas (8,9 cm).

O diferencial aqui é a densidade de pixels, de 326 ppi, um dos maiores do mercado. Na prática, isso significa que os pixels estão muito mais próximos uns dos outros, o que possibilita uma nitidez de imagem incomparável, superior aos macbooks e ipads.

Criado em: 2010, pela Apple (produzido pela LG). Usado no: iPhone 4.

Super AMOLED

O nome completo é “Super Active-Matrix Organic Light-Emitting Diode”. É um tipo de tela AMOLED desenvolvida especificamente para dispositivos mobile, onde a camada sensível ao toque fica integrada com a tela, em vez de aplicada sobre esta. Ao eliminar uma camada de vidro e uma de ar, é possível que a tela seja mais fina, mais brilhante, com menos reflexo e consumindo menos bateria. As cores são mais vívidas, as bordas mais definidas e as imagens mais legíveis. O custo-benefício acaba sendo um pouco menor do que no TFT-LCD.

Criado em: 2010, pela Samsung. Usado no: Galaxy S, Galaxy S II, Nexus S, entre outros.

Nova

O diferencial desta tela é o brilho, que chega a atingir 700 nits (uma unidade de medida de luminosidade), 40% maior que a tela do iPhone 4. Desta forma, há um ganho em visibilidade sob a luz do sol. Claro que uma tela mais brilhante consome mais energia, o que diminui o tempo de duração de cada carga e a vida útil da bateria como um todo.

Criado em: 2010, pela LG. Usado no: LG Optimus Black.

Gorila Glass

Ao contrário dos outros sistemas aqui discutidos, o Gorilla Glass não é uma tecnologia de exibição de imagens na tela, mas sim uma forma de proteger a tela do seu dispositivo mobile. Como o próprio nome ja diz, trata-se de um vidro; seu diferencial é a resistência tão extrema que o torna quase indestrutível. O tratamento dado a ele durante a sua fabricação cria uma camada de íons que protege contra arranhões, estilhaços, riscos e quebras, apresentando durabilidade maior do que materiais como policarbonatos, por exemplo. Com isso, o desgaste de uso do dia a dia fica visivelmente minimizado.

No vídeo acima, uma bola de aço de 2kg é jogada sobre um vidro de 1mm de espessura para demonstrar sua capacidade de resistência.

Criado em: 2008, pela empresa Corning. Usado em: Notebooks como nas linhas Acer Aspire ou Lenovo Thinkpad, smartphones como Samsung Galaxy S ou Galaxy S II, Nokia C6, C, N8, N9, Motorola Defy, Milestone, Backflip, Xoom, LG Optimus Black, Optimus Mach, entre outros.

fontes: Wikipedia | Wired | Gizmodo | Cnet

DEIXE UMA RESPOSTA