Popurlamente no Brasil se encontra roteadores wireless que trabalham em 12 canais nas bandas B, G, N. A maioria dos usuários não sabem como realmente funciona seus hotspots, mas temos que entender que hotspots muito próximos não podem trabalhar frequência e canal.

Os mais vendidos no mercado Brasileiro são roteadores que trabalham na frequência de 2.4 GHz e como estão cada vez baratos é muito hoje em dia encontrar vários roteadores wireless ligados no mesmo prédio ou próximos, como grandes centros urbanos.

Como afirmei acima, os hotspots wireless da mesma frequência não pode trabalhar no mesmo canal, então a primeira coisa que devemos descobrir qual melhor canal devemos configurar em nosso roteador, basicamente basta escolher um canal que nennhum hotspot esteja usando e também o telefone sem fio do local. Fazendo isso você vai conseguir uma rede wireless mais está e aproveitar o melhor desempenho do seu roteador.

Teste do Canal do Seu Wifi pelo Site da Simet
Teste do Canal do Seu Wifi pelo Site da Simet

O Site SIMET faz gratuitamente o teste do seu Wireless e automaticamente indica em qual canal o seu hotspot deve estar para ter melhor desempenho, atualmente o site do simet é o melhor site para você testar também a velocidade da sua internet. Alguns roteadores mais modernos podem mudar automaticamente o canal para trabalhar melhor, mas não recomendo que essa opção esteja ativada para otimizar o processamento do seu roteador.

Ao Entrar no SITE, clique no botão ao lado para que verifique as redes próximas a sua antena.

O Wireless mal configurado pode alterar de alguma maneira a velocidade da sua rede e também da sua internet.

4 Comentários

  1. Excelente orientação. Procedi como indicado e descobri qual a melhor opção de canal pra minha wireless. Evitei assim confronto devido a existência de vários aparelhos aqui em casa como smartphone, telefone sem fio e roteadores vizinhos. Com isso acabei solucionando m outro problema que foi o súbito desaparecimento da minha SSID na relação de redes do meu notebook. Obrigado Gabriel Subtil pelo artigo.

  2. Achei fracas estas “orientações”, até um leigo poderá chegar a esta conclusão , Nada de novo, continuamos na mesma, experiências empíricas trocando de canal e vendo o resultado, qquer um faria esta experiência, não precisa ser um expert ! É quase o mesmo que pegar as nossas antenas de tv s antigas e ficar zanzando pela casa até a imagem ficar melhor …

DEIXE UMA RESPOSTA