Home Eventos

Denuncia: Campus Party 2011 e Voluntários

Campus Party 2011 - Dia 1

Tem 3 dias que o evento encerrou mas mesmo assim não acaba assunto para falar da Campus Party 2011, a quarta campus party no Brasil. Prometo que essa será o último texto sobre o evento.

Não sei o título ficou adequado, acontece que desde do inicio do evento, percebi não só uma grande falta de organização como também de pessoas para auxiliar em diversos problemas no Campus, como Fila, informações, segurança, revista e por ai vai…

Hoje eu então eu vou mostrar a história da Emily, @MilyEmily , que escreve no Blog “To Falaando” , A Emily foi uma das voluntárias do Campus Party esse ano e ela relatou no seu blog a falta de consideração e educação da organização do evento com os Voluntários. Para começar algo que eu não sabia, todas as pessoas que estavam lá do Campus, eram voluntários, tirando a organização e segurança, os adolescentes em geral eram voluntários, estavam ali para preencher o currículo e para ter o prazer de ajudar a organizar o MAIOR evento de tecnologia da américa latina.

220 voluntários para 73

Emily (DA plaquinha)
Emily (DA plaquinha)

Sim pequeno gafanhoto, o Campus Party 2011 teve desistência de mais de 50% dos Voluntários, isso explica a falta de informações no evento, vamos então aos relatos da Emily:

“Eu não sabia como era a vida de um voluntário da Campus Party”

“…em um dia lindo acordando 5:30 da matina para ir no vulgo “treinamento” domingo (16) e chegando 8:30 para pegar o onibus disponibilizado para a CP, esperamos e pegamos fila para a credencial dos voluntários, pediram para que fossemos a uma sala azul (que na verdade era verde) e começou a reunião. Simplesmente lindo, todos reunidos, nos agradecendo e parabenizando por ser escolhidos.

A tensão começou quando veio as palavras “Vamos montar as barracas”, até ai tudo bem, eles da organização vão ter um planejamento e dividirão provavelmente em grupos para montar e ter tempo de descanso… bem, não foi assim, montamos barracas quase que sem parar sem nenhum esquema.

Hora do rango: chamaram um povo para ir comer e o resto ia as 14:00, ok, comemos (fiz parte do segundo grupo), voltei e pensei “Agora começa o treinamento”, mas como felicidade de voluntário dura pouco continuamos a montar barracas. Jantamos e CONTINUAMOS A MONTAR AS BARRACAS, até que meu corpo não aguentou mais, vi que iam começar a fazer os kits, trabalho realizado sentado, me juntei a eles até as 2:30 da matina.

As frases mais estranhas e no mínimo infeliz vinda do nosso coordenador foi: “Vocês só vão dormir quando terminarem de montar as barracas” “Tem alguém nas barracas dormindo? pode falar para mim!”- em tom bravo.”

A área das Barracas estava totalmente desorganizada, claramente agora entendo por quê a falta de organização, nenhum mapa ou informação, demorei muito para achar minha barraca, podia ter um mapa colado no chão, qualquer coisa!

Tudo bem, até entendo o dia tava complicado, a fila não andava, as credenciais não estavam por ordem de nome e sim de inscrição (Burrice), calor e ao mesmo tempo chovendo. Bom… voltei e fui para fila de novo, até o meio da tarde, porém me levaram para a parte que revistavam as malas.

Eu nem vou comentar isso, quando eu fazia os eventos do grêmio do meu colégio, era melhor…

Chegou uma hora que começou a ficar complicado, o lado externo onde eu ficava não tinha muita ventilação, mesmo com a porta aberta, e comecei a passar mal por conta do calor, mas fiquei lá pq me comprometi com eles. Chegando a hora do almoço 13:00 fui falar com a coordenadora de área, ela falou o seguinte: “Só iriam comer depois do seu horário de trabalho, as 15:00”

Retruquei: “Mas eu tenho direito de sair para comer”… silencio total, fiquei no vácuo ,e claro, brava. Pensem comigo: “Como podemos trabalhar 6 horas seguidas sem descanso? Nem em call-center isso é permitido, é obrigatório paradas no serviço”.

Meu namorado teve que se entrometer, ele era da área de Conteúdo terminou seu serviço e veio nos ajudar, então, ele falou para a coordenadora que estávamos cansados e tínhamos direito a ir comer, e FOMOS, mesmo ela fazendo cara feia, isso as 14:30 do dia 19. Ao meu ver foi muita falta de organização no evento, roubaram desde campuseiros até voluntários.

Sei que me comprometi a ajudar, mas vi que não tinha gente na turma da tarde da área de Inclusão Digital e que deste modo ia trabalhar os dois turnos, para mim não dava mais, na quinta feira (20) vim para casa, com muita dor no corpo devido aos dias puxados.

Agora todos podem entender o do porque da debandada de voluntários, tínhamos 220, ficou 75 e com a nossa saída, eu e meu namorado, 73, creio que até mais tenha ido embora pelo que fui informada.
Para terem uma ideia nosso coordenador geral dos voluntários foi embora também por levar tantas chamadas e xingos dos seus superiores, tudo bem que ele não soube se organizar, mas ninguém tem direito de ofender o próximo e muito menos levantar o tom de voz. (bem que ele fez isso com a gente, digo, levantou a voz)

Espero que ano que vem seja outra organização, aqui estão apenas algumas partes do texto, para ler todo texto entre no artigo da Emily no Blog dela: Voluntariado Campus Party 2011 – motivo da debandada , ano que vem estarei novamente presente ao campus, também como campuseiro. mas estarei mais preparado.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here